A economia Angolana continuou a sentir dificuldades durante 2018.

O imobiliário, também, continua a sofrer com as dificuldades de financiamento e com a flutuação cambial, adiando diversos projectos imobiliários.